top of page
Buscar

Conheça melhor a Catarata: Correspondente a quase metade dos casos de cegueira no Brasil

Atualizado: 16 de jun. de 2023


A catarata é uma condição ocular comum pertencente ao processo natural de envelhecimento do cristalino, afetando a visão de milhões de pessoas em todo o mundo, tornando o cristalino opaco, dificultando a passagem de luz para a retina e levando até mesmo a cegueira se não for tratada. Segundo censo levantado pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), dos 1,57 milhão de casos de cegueira no país, 49% são causados pela catarata.



Tipos de catarata


Existem diferentes tipos de catarata que podem afetar a visão.

São eles:

  • Catarata congênita: Presente desde o nascimento, podendo ser hereditária ou não;

  • Catarata senil: Relacionada à idade, afetando principalmente pessoas mais velhas. Forma mais comum de catarata;

  • Catarata secundária: Ocasionada devido fatores variados. Secundária a medicamentos ou outras cirurgias, por exemplo;

  • Catarata traumática: Resultado de lesões no olho;

  • Catarata diabética: Pessoas com diabetes têm maior probabilidade de desenvolver catarata.



Sintomas


A catarata pode apresentar uma variedade de sintomas, que podem variar de pessoa para pessoa, do tipo de catarata e sua gravidade.

Alguns dos sintomas mais comuns incluem:

  • Visão embaçada ou turva;

  • Dificuldade em enxergar à noite;

  • Sensibilidade à luz;

  • Alterações na percepção das cores e contraste;

  • Visão dupla;

  • Halos ao redor das luzes;

  • Necessidade de atualizar os óculos com maior frequência.



Causas


Geralmente, a catarata ocorre devido o processo natural de envelhecimento, porém, pode ser ocasionada devido outros motivos, que incluem:

  • Diabetes;

  • Lesões oculares;

  • Exposição excessiva à raios UVA e UVB;

  • Uso de corticosteroides;

  • Tabagismo;

  • Consumo excessivo de álcool.



Diagnóstico


O diagnóstico da catarata pode ser feito através de exames de rotina, onde são realizadas avaliações da acuidade visual, pressão ocular e exame de fundo de olho.


Durante a consulta, o médico oftalmologista irá investigar se há sinais de opacidade ou turvação no cristalino.


Se a patologia for diagnosticada, o oftalmologista irá avaliar a gravidade da condição e a melhor opção de tratamento.



Tratamento


Até então, o único tratamento disponível para a catarata é a cirurgia, que consiste na remoção do cristalino opaco e o implante de uma lente intraocular (LIO) transparente.


A cirurgia de catarata é uma das cirurgias mais comuns e seguras realizadas hoje em dia, e geralmente é realizada como um procedimento ambulatorial, sem a necessidade de hospitalização.


A escolha da LIO que será implantada durante a cirurgia depende de diversos fatores e necessidades individuais do paciente, possuindo a capacidade de corrigir possíveis ametropias pré-existentes, por exemplo.


Com base nas avaliações pré-operatórias, o médico oftalmologista responsável discutirá com o paciente as opções de LIO disponíveis e ajudará a escolher a lente que melhor atenda às suas necessidades individuais. Portanto, devido ao processo ser algo personalizado, a opção mais adequada para um paciente pode não ser a mesma para outro.

14 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page